Google? Seu site bem ranqueado.

Google? Seu site bem ranqueado.

Aparecer nas primeiras páginas do Google não é uma tarefa simples. Existem inúmeros fatores relevantes que os mecanismos de buscas utilizam para ranquear o seu site. Abaixo estão alguns desses fatores importantes.

#Conteúdo único.

Separe um tempo de qualidade para criar conteúdos. Seja autêntico e acompanhe as tendências do mercado. Conteúdos com temas atuais são importantíssimos. Nada de fazer o famoso “copiar e colar” no seu site. Os motores de buscas tem algoritmos eficientes que reconhecem esse tipo de plágio. É logico que, inserir um trecho de um determinado conteúdo existente no seu site não há problema, porém nada mais justo que colocar a fonte onde foi encontrada tal informação.

#Velocidade de carregamento.

Quando uma pessoa entra no seu site, você tem de 3 à 5 segundos para dar uma resposta para ela. Se seu site demorar mais que isso, você perde usuários e pode até ser punido pelo buscador do Google. A lentidão de um site pode ser ocasionado por vários motivos.

  • Hospedagem: Cuidado onde seu site está hospedado. Um site com muito conteúdo e que possui muitas visitas simultâneas, demanda de um grande poder de processamento do servidor. Portanto dependendo do seu projeto, invista em um servidor de confiança e tenha um bom plano de hospedagem.

  • Código: Toda vez que um site é carregado, o servidor executa centenas de cálculos e consultas no bando de dados. Por isso que, ter um código otimizado, que solicite ao servidor somente o que vai ser utilizado em determinada página é fundamental. Exemplo: Se o seu site possui um mapa de localização na página de contato, e o mesmo utiliza  a API Google Maps, não há motivo de solicitar o carregamento dos arquivos relacionados ao mapa em outras páginas que não seja a de contato.

  • Requisições: Para cada arquivo de imagem, CSS, Javascript existente no seu site, requer uma nova requisição ao servidor, toda vez que um usuário acessa. Por isso, quanto mais leve for as imagens, mais “enxuto” for o seu código, melhor. Se possível minifique* seus scripts em um só arquivo. Dessa forma aquele arquivo será solicitado apenas uma vez a cada requisição. (*)Tornar um arquivo menos pesado removendo seus trechos desnecessários.

  • Imagens: Imagens em alta definição, é lindo de se ver. Mais uma única imagem dessas pode passar de 20 MB (Megabyte) de tamanho. Colocar uma imagem dessas no seu site não é nem um pouco recomendado. Utilizar a compressão de imagens e otimizar o código do seu site para solicitar ao servidor a imagem com o tamanho ideal, pode mudar significativamente o carregamento final do seu site.

  • Cache: O sistema de cache é utilizado para armazenar, tanto no navegador quanto no servidor, imagens e scripts que foram solicitados no primeiro acesso a página do site. Com isso os arquivos que foram carregados anteriormente, evitam de serem novamente requisitados ao servidor.

#Responsividade.

Um site responsivo é aquele que é capaz de se adaptar a diferentes dispositivos. Pelo menos aos principais atualmente como computadores, tablets e celulares. Esse tipo de funcionalidade, deixou de ser uma opção e passou a ser uma obrigação, indispensável. Nos dias atuais, mais de 80% das pessoas navegam na internet através de dispositivos móveis. Dessa forma, a preferência no ranqueamento dos mecanismos de buscas serão por sites com essa característica de responsividade.

#Certificado de Segurança.

É um certificado que garante a codificação dos dados que estarão trafegando entre o seu navegador e o servidor que está hospedado o site que você acessa. O certificado mais utilizado é o SSL (Secure Sockets Layer). Quando se acessa um site com esse certificado, na barra de endereço aparece o protocolo “https://” ao invés de “http://”, além disso aparece aquele tradicional cadeado verde do lado esquerdo do protocolo. Se você possui uma loja virtual, esse certificado é imprescindível. Considerando que sua loja irá trabalhar com dados sigilosos de seus clientes, como: Número de Cartão de Crédito, CPF, Endereço, Telefone entre outros. Além disso, desde agosto de 2014, o Google determinou o certificado de segurança como um dos principais parâmetro de análise do ranqueamento de sites.

#Usabilidade.

Seu site tem que gerar uma experiência agradável para o seu usuários, temos que levar em consideração a paciência da maioria dos usuários ao navegarem por um site.

  • Menu: Para facilitar, evite colocar uma longa lista de opções no menu do seu site. Coloque nomes curtos e separe os itens por categorias.

  • Anúncios: Um site que possui muitos banners contendo promoções, podem desviar a atenção de seus usuários do  objetivo principal. Saiba o que é mais importante e de o destaque necessário para isso.

  • Campo de busca: Insira um campo de busca no seu site. Assim os usuários podem reduzir o volume de resultados existente no seu site, e encontrar o que eles procuram. Caso o seu site seja um portal de imóveis, esse campo de busca deve conter filtros como: localização, preço, tipo de imóvel entre outros. Isso facilita ainda mais a vida de seus usuários, e gera uma experiência agradável.

  • Formulários: Otimize o máximo os campos do formulário de seu site. Ninguém gosta de ficar preenchendo campos e mais campos de um determinado formulário. Reduza os erros do usuário colocando nomenclaturas intuitivas nos campos, validando os erros antes do envio do formulário.

  • Visual: Leve em consideração a frase: menos é mais. Pense primeiro em usuários que acessam o seu site através de dispositivos móveis. Sendo assim, priorize a uma fácil navegação, um conteúdo de fácil leitura com imagens bem localizadas e otimizadas.

 

0 Comentarios

Deixe uma resposta

Os campos obrigatórios são marcados como (*). O seu email não será publicado ou compartilhado.

Inicie seu projeto ainda hoje.

SOLICITAR ORÇAMENTO